Miss Easy e a Matrafonia total passearam pela cidade as suas esbeltas figuras, arrastando risos e gargalhadas. Num percurso pelo centro histórico, passando pela sede da colectividade e terminando na praça do giraldo, tocando músicas que puxavam o pé para uma dança a solo ou a pares, a alegria contagiante deste grupo não deixou ninguém indiferente.

O som dos sopros e da percussão, e o seu meio de transporte original com os seus vestidos coloridos e bigodes fartos arrastaram crianças e graúdos até a um mundo de alegria, começa assim da melhor maneira mais uma edição do festival, que tem pelas 22h mais um espectáculo, desta vez do Teatro do Mar, com Solum.